Vereadores visitam lixão do bairro Turmalina

Cerca de 78 famílias trabalham diariamente no local onde recolhem material reciclável 

Uma comitiva formada por vereadores da Câmara Municipal de Governador Valadares visitaram, na tarde desta quinta-feira (09/03), o “lixão” do bairro Turmalina. O motivo da visita foi conhecer a atual situação do local e apurar as condições de trabalho dos 78 catadores que sobrevivem da coleta de material reciclável retirado das pilhas de lixo acumuladas na área às margens na área da BR- 116.

“Trabalhamos debaixo de sol e chuva. Dessas pilhas de lixo é que que encontramos material reciclável para vendermos para as empresas de reciclagem. São 78 lares que depende desse trabalho. Em média, cada família consegue um salário mínimo por mês”, conta o catador Gilmar Mineiro, de 38 anos. Segundo ele, desde outubro do ano passado, quando os repasses da Prefeitura à Pavotec – empresa que faz o serviço urbano da cidade – foram suspensos, as toneladas de lixo recolhido diariamente são acumuladas no local. “Esses repasses eram para transportar o lixo para Ipatinga. No mês passado a prefeitura regularizou esses repasses e o lixo voltou a ser levado para Ipatinga”, conta o catador.

A proposta do vereador Geremias Brito (PSL), e que conta com apoio da maioria dos vereadores é organizar o trabalhado dos catadores numa associação, registrada na Prefeitura. “Essas pessoas realizam um trabalho digno. Impedem que o meio ambiente recebe todos os dias toneladas de material que demoraria anos para decompor. Esse trabalho feito de maneira organizada, significar aumento na renda dos catadores”, disse o vereador.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Paulinho Costa (PDT), mostrou preocupação com as questões de segurança dos catadores. Segundo ele, caso as famílias que trabalham no local se organizem em uma associação, toda ação poderia receber acompanhamento para evitar acidentes e doenças. “É preocupante ver as pessoas trabalharem num local de alto risco, sem nenhum tipo de equipamento de segurança. Vamos levar essa discussão para a Câmara e o Executivo  para que possamos garantir condições mais dignas aos catadores”, disse.

Além do presidente da Câmara Municipal e do vereador Geremias Brito, a comitiva foi composta pelos vereadores Dandan Cesário (PHS), Alessandro Ferraz (PHS), Juninho da Farmácia (PDT), Betinho Detetive (PDT), Pastor Elias de Jesus (PSB), Waldecy Barcellos (PP), Dr. Marcílio Alves (PMDB),   Iracy de Matos (SD) e Antônio Carlos (PT).