Geovanne Honório não comparece a depoimento na Câmara Muncicipal

 

A Comissão Processante (CP) que analisa a denúncia de quebra de decoro parlamentar contra o ex-vereador Geovanne Honório (PT) deverá apresentar nos próximos dias o relatório final do processo.  Afastado do Legislativo em abril do ano passado, durante a operação Mar de Lama, deflagrada pela Polícia Federal para investigar um esquema de corrução na cidade, Honório não compareceu à oitiva programada para o início da tarde desta segunda-feira (08/05), na Câmara Municipal.

Advogados de defesa do ex- vereador Geovanne Honório pediram nulidade do processo

Na justificativa apresentada ao presidente da CP, o vereador Pastor Elias de Jesus (PSB), os advogados de defesa alegaram perda do objeto no processo, já que o ex-vereador teve o mandato encerrado em dezembro do ano passado e não ocupa cargo eletivo. A defesa pediu ainda a nulidade do processo.

No entanto, a CP determinou prazo de cinco dias para que Geovanne Honório apresente as alegações finais, antes da conclusão do relatório final, que será lido em plenário. “A Comissão está respaldada no que determina Decreto Lei 201/67”, disse.