Câmara vai investigar desperdício de produtos da Saúde Bucal

A Câmara Municipal de Governador Valadares vai investigar o desperdício de medicamentos e produtos de uso odontológicos comprados pelo Executivo e que deveriam ter sido utilizados até o ano passado pelo Departamento de Saúde Bucal, nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). O requerimento para a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi assinado por todos os 21 vereadores.

Vencidos desde o ano passado, produtos não podem ser distribuídos para a população

No início desta semana o presidente da Casa, o vereador Paulinho Costa (PDT), levou para o Legislativo as amostras de enxaguante bucal que estavam com os prazos de validade vencidos desde 2016 e por isso não estão sendo distribuídos. “Isso é desperdício com o dinheiro público”, disse Paulinho Costa, que juntamente com o vereador Juninho da Farmácia (PDT), apresentou requerimento pedindo informações ao Executivo referentes ao processo licitatório para a compra desses materiais a partir de 2012.

“Esse é um assunto muito sério e que me causou bastante indignação. Por meio dessa CPI vai investigar quem são os responsáveis pela aquisição desses produtos que nunca chegaram à população”, afirmou Costa.

CPI

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) é um organismo de investigação e apuração de denúncias que visa proteger os interesses da coletividade (da população brasileira). A CPI é uma investigação conduzida pelo Poder Legislativo (Câmara de Deputados Federais e Estaduais ou Vereadores), que transforma a própria Câmara Parlamentar em uma comissão, que é nomeada pelos membros da Câmara, sendo assim, a comissão vai agir em nome da instituição, realizando um inquérito ou uma investigação. Concluída, a CPI aponta ou não os culpados e suas penas.