Câmara aguarda depoimentos de mais dois ex-vereadores

Mais dois ex-vereadores, que respondem a processo disciplinar por quebra de decoro parlamentar, devem prestar depoimento nesta semana na Câmara Municipal de Governador Valadares.  De acordo com informações da Assessoria Técnica da Casa, na quarta-feira (26/04) está previsto o depoimento do Cabo Isá (PMN), que em sua defesa indicou sete testemunhas para serem ouvidas, entre elas o ex-diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), Omir Quintino. No dia seguinte é a vez de do ex-vereador Chiquinho (PSDB). As oitivas estão marcadas para as 14 horas, no Plenário da Câmara.
O acesso ao prédio do legislativo dos dois denunciados foi autorizado pela juíza da 3ª Vara Criminal, Carla de Fátima Barreto. Após o encerramento do período de instrução dos processos, os ex-vereadores têm prazo de cinco dias para apresentar as alegações finais, conforme estabelecido pelo Decreto Lei 201/67. Em seguida as comissões processantes vão apresentar o relatório final.

Adiamentos

O depoimento do vereador afastado, Leonardo Glória (PSD), que deveria ter acontecido na semana passada, foi adiado para o próximo dia 9 de maio. A mudança na data ocorreu depois que o vereador Marcion da Fusobras (PR) apresentou novos documentos para serem anexados ao processo. Já a oitiva do ex-vereador Geovanne Honório (PT) também foi adiada. Segundo os advogados de defesa, o denunciado não foi notificado da decisão judicial que autorizava a entrada no prédio da Câmara. O procedimento foi remarcado para o dia 8 e maio.
Outros três ex- vereadores também respondem a processo por quebra de decorro parlamentar por denuncia de envolvimento em esquema de fraude, investigado pela Polícia Federal durante a Operação Mar de Lama. Dos envolvidos, apenas José Iderlan (PPS) ainda não foi notificado para responder o processo.  A Comissão processante que analisa o caso do ex-vereador Adauto Carteiro (PROS) deve  anunciar nos próximos dias a data da oitiva.
Já o procedimento que investiga o ex-vereador Cezinha Alvarenga (PRB), é o mais adiantado. O relatório final da comissão deve ficar pronto nos próximos dias.